Resenha: Extraordinário

Já faz uns dias que já acabei de ler, bem e por ser incentivada ao ler esse livro pelas críticas super cinco estrelas, eis a minha vez de resenhar.

Logo de cara, nas primeiras páginas, me identifiquei com August, por quê amigão? Bem, eu já sofri bullying, preconceito, ou que seja. Era porque meu nome era diferente (a.k.a estranho), era porque eu tinha um óculos vermelho (a vendedora disse que tava bunito e eu levei, ora bolas!), era porque eu era gordinha do cabelo castanho enrolado, era porque eu tinha entrado no meio do ano, aliás, são tantos porques que já me perdi.

Mas voltando a critica do livro, eu acharia o livro perfeito se ele fosse apenas um narrador, o August, no entanto é importantíssimo saber como as outras pessoas achavam nosso protagonista, como elas se sentiam, saquei a parada. E gostei do final que o vilãosinho de 10 anos teve, o Julian, afinal era um garoto fútil que se achava o máximo pelo fato de ter pessoas ao seu redor, a nossa belíssima escritora tirou os amiguim dele e ele sai de Brecher Prep.

A diagramação eu nem preciso mencionar porque adorei, parecia que eu lia até o livro mais rápido (mas quando a gente via só tinha lido duas páginas, okay)

E sinceramente, eu recomendo o livro a todos que nunca sofreram bullying, até para os que não praticam e até pra quem já sofreu, é muito legal relembrar o que já sofremos né? HUE

 

E vocês, já leram? O que acharam? Comente e compartilhe no facebook o meu trabalho!

Semana que vem tem mais!

Bisos bisos

Por você (aquela tal música de amor) (paródia mais requentada)

Por você, eu não moveria um polegar,
e nem ia de metrô pra limpar os trilhos.
Eu iria a pé do Quarto ao Corredor.
Eu entraria no Guiness como a mais sedentária.
Viajaria pra Dubai,
Só pra posta no facebook,
Que a vida ta melhor sem você.
Por você, eu beberia
até ficar com a barriga de chopp
do Zeca Pagodinho

Por você, eu fiz um bando de dívida,
quem sabe mais de 6 mil reais e
por você, eu morreria pra rir do inferno
Ao te ver mijar de pau ereto

Por você, eu estive triste por um bom tempo
Mas hoje eu tô rindo a toa,
Porque com a Telesena eu fico numa boa.
Ha-ha-ha!

Por você, por você.

(hehehe, espero que tenham gostado, compartilhem cazamiga viu? beijão)

 

Livro da vez: Extraordinário

Depois de ficar só lendo críticas e críticas excelentes sobre esse Extraordinário livro, finalmente o comprei e ainda forcei minha vó tirar uma foto minha com o livro.

a foto que minha vózinha tirou de mim *-*, não é só o August que é extraordinário

a foto que minha vózinha tirou de mim (eu fiquei horrivel mas que vale a intenção) *-*, não é só o August que é extraordinário

 

Já gostei muito da diagramação e do jeito que o livro é, então nem preciso dizer que haverá uma resenha positiva.

Enfim, a sinopse do livro aí em anexo:

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso ele nunca frequentou uma escola de verdade… até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade – um impacto forte, comovente e, sem dúvida nenhuma, extraordinariamente positivo, que vai tocar todo tipo de leitor.

E aí, quem já leu? O que vocês acharam?

 

Sobre: Pretty Little Liars

Olá pessoal, quarta feira estava dando uma geral na TV para ver o que estava passando e tal, e acabei sem querer indo pro Glitz*, e estava passando a terceira temporada de Pretty Little Liars. Bem, eu tinha parado de ver a série há muito tempo, só pra vocês terem uma ideia, eu sou da época que só tinha DEZ episódios disponíveis para ver, mas eu vi só a primeira temporada e não gostei da segunda, quer dizer, não tive paciência para ver.

Porém eu não era do tipo que via só a série pela TV, eu lia os livros! Eu cheguei a comprar os seis primeiros, mas só cheguei a terminar a ler três, porque perdi a paciência (eu me enjôo fácil, que que eu posso fazer?).

No entanto, ontem terminei ler o quarto livro e descobri quem é A e quem matou a Alison, lero lero lero!!! Não direi! E eu queria qual era o quinto livro, que eu já tinha, mas não sabia se era o roxo ou o azul (eu identifico os livros de PLL assim, me julguem), acabei apelando pelo wikipedia já que os blogs oficiais estavam desatualizados 😦

Então pensei: Que tal mostrar minha humilde coleção de livros de Pretty Little Liars e dizer a ordem? Tipo, seria bom para mim e para o pessoal que gosta.

Enfim, apresento-lhes minha belezura de livros e o Piupiu *-*

Piupiu em cima dos livros *-*

Piupiu em cima dos livros *-*

A cá vamos começar com o post mesmo:

1- Maldosas

DSC02829

A história começa com um grupo de amigas: Alison DiLaurentis – a perfeita e manipuladora rainha, Aria Montgomery – garota independente que se considera estranha em Rosewood, Emily Fields – nadadora que tem sentimentos em segredo por Alison, Hanna Marin – a que tenta ser magra e popular como Alison, e Spencer Hastings – a inteligente que é brava o suficiente para se colocar contra as armações de Ali. Alison some misteriosamente durante uma festa do pijama com as meninas no verão antes da 8ª série. A história então pula para 3 anos depois, quando as meninas estão vivendo suas próprias vidas e não falam com as outras. Aria volta para Rosewood de uma viagem de 3 anos da Irlanda com sua família, e volta mais sofisticada do que quando ela se foi. Ela encontra e beija um cara em um bar em Rosewood, que depois é revelado ser seu professor de inglês, Ezra Fitz. Emily começa uma amizade com a nova menina na cidade, Maya, e logo desenvolve alguns sentimentos por ela. Hanna é a nova menina popular da cidade junto com a antiga nerd, Mona. No entanto, ela e Mona, às vezes, furtam o shopping, mas as duas podem sempre encobrir isso. Hanna batalha para sair da bulimia e manter seu status de popular. Spencer continua a lutar na sua rivalidade de longa data com a irmã mais velha e perfeita, Melissa. Alguns problemas ocorrem quando ela se sente atraída pelo novo namorado de Melissa, Wren Kim, quando ele é apresentado à família. Ao longo da história, as meninas recebem mensagens ameaçadoras que revelam seus segredos do presente e passado, incluindo o terrível acidente que elas se referem como “A Coisa de Jenna”. Elas acreditam que as mensagens são de sua amiga desaparecida, Alison, porque ela era a única que sabia sobre esses segredos. Porém, elas se chocam quando a polícia encontra o corpo dela enterrado no quintal de sua antiga casa. O livro termina com as meninas no funeral de Alison, recebendo a mensagem de texto: “Ainda estou aqui, vadias. E eu sei de tudo. -A”

 2- Impecáveis

DSC02830

As meninas ainda recebem mensagens de uma pessoa desconhecida, “A”, e estão mais desesperadas para descobrir sua identidade, que ainda ameaça expor os segredos delas. Primeiro elas pensam que é Alison, porque ela era a única pessoa que sabia dos segredos delas, mas depois começam a acreditar que essa pessoa é Toby, porque algumas mensagens recebidas se referem à “Coisa da Jenna” e à morte de Alison, porque ele é a única pessoa que tinha uma parte no incidente, mesmo que todos não saibam – menos Spencer – porque ele levou a culpa sobre o acidente com Jenna. “A Coisa de Jenna” é revelado ser um acidente que Ali jogou o rojão de fogos na casa da árvore do irmão de Jenna, Toby Cavanaugh para assustar ele, e Jenna ficou cega. “A” manda uma mensagem para Emily dizendo que saiba do relacionamento dela e de Maya e deixa um bilhete que força Hanna e contar para Naomi e Riley (duas amigas populares na escola que disputam esse posto com Hanna e Mona) que ela vomitava e foi Sean quem terminou com ela. Depois, ela recebe uma mensagem dizendo que Sean estava no baile beneficente Foxy com outra menina. Hanna fica chocada ao descobrir que ele estava ignorando os votos “A” continua a mandar Aria contar para sua mãe a verdade sobre seu pai, Byron, estar com outra mulher. Spencer continua ficando com o ex de Melissa, Wren, e perde a virgindade com ele. Porém, Melissa volta com ele e logo percebe que seria bom se ele ficasse fora da vida das duas. Ella descobre que Byron fica com sua aluna Meredith e termina com ele, deixando péssima sua relação com sua filha, Aria. Emily se culpa pelo suicídio de Toby. Nesse livro, é revelado que Toby abusava de sua meia irmã Jenna quando estavam no ensino fundamental. Ali e Spencer eram as únicas que sabiam até agora.

 3- Perfeitas

DSC02831

Aria Montgomery lida com a descoberta de sua mãe que seu pai estava a traindo, e Hanna Marin lida com sua caída de popularidade por retomar sua bulimia. Emily Fields volta a ter uma relação secreta com Maya. Spencer Hastings, que sempre teve problemas para lembrar totalmente da noite do desaparecimento de Alison, consegue uma psicóloga para ajudá-la. Uma memória de Spencer empurrando Ali para uma pedra depois de uma discussão é descoberta, e ela agora tem medo de que tenha matado sua amiga. Aria é expulsa de casa temporariamente por sua mãe e vai morar com o namorado, Sean. “A” revela a relação de Emily e Maya para todos durante um encontro da natação. Como resultado, Emily é forçada por seus pais para fazer um programa de “cura” da homossexualidade. Aria trai Sean com seu professor de inglês, Ezra. “A” envia para ele uma foto deles se beijando, e Sean chama a polícia. Hanna é humilhada na festa de 17 anos de Mona e recebe uma mensagem de “A”. O número, dessa vez, não estava bloqueado e ela reconheceu, ela sabia quem “A” era. Ela liga pra Spencer, Emily e Aria e pede para se encontrarem no esconderijo especial delas, o parquinho da escola de Rosewood. Antes de ela contar quem “A” é, Hanna é atropelada. Aria e Emily estavam lá e viram o veículo acertar ela, Spencer estava quase chegando e também viu o que aconteceu.

4- Inacreditáveis

DSC02832

O que eu acabei de ler ontem 🙂

Hanna mal sobrevive do acidente provocado por “A”, e devido a um ferimento na cabeça, ela perde a memória do dia anterior, esquecendo a identidade de “A”. Os pais de Emily a pegam com Maya em uma festa e mandam ela para Iowa para viver com seus duros e religiosos parentes. Ela está feliz por estar a salvo de “A”, mas depois que ela é acusada de ameaçar os primos, ela foge. Depois de ser expulsa da casa de Sean, Aria vai morar com Byron e Meredith, que anuncia que está grávida, e quando Byron e Ella se divorciarem eles iriam se casar. Aria começa aulas de artes em Hollis e se aproxima de Jenna, que é suspeita de ser “A”. “A” revela para Melissa que Spencer roubou o seu trabalho da competição da Orquídea Dourada, mas a família mantém o segredo para proteger a reputação. Melissa e Spencer se aproximam mais, e Spencer confessa à irmã que beijou Ian e que ele namorava Alison secretamente. Quando alguns fragmentos de sua memória da noite em que Alison morreu voltam, Spencer fica horrorizada quando percebe que talvez ela tenha matado acidentalmente a amiga. Emily volta para a casa dos pais, que aceitam ela como ela é e dizem que a amam. Mona e Hanna voltam a ser amigas e para comemorar a recuperação de Hanna, Mona e Spencer planejam uma festa. Spencer descobre que gosta da companhia de Mona, e mais ainda quando Mona conta a ela que recebe mensagens de “A” também. Enquanto isso, “A” conta para Aria que Meredith tem um emprego secreto no Hooters, e ela vai lá com Mike, e descobrem que “A” mentiu. Quando Mike percebe que alguma coisa está perturbando sua irmã, ele diz para ela contar para o detetive Wilden, e ela conta. Na noite da festa de Hanna, Aria conta para Jenna o que aconteceu na noite em que ela ficou cega, e ela se desculpa por não ter tentado parar Alison. Mas Jenna revela que Alison planejou isso junto com ela, para se livrarem de Toby. Aria pergunta à Jenna sobre “A”, mas ela fica assustada e logo sai, deixando a pista de que ela sabe quem é. Emily e Maya voltam, mas Trista, a garota com quem Emily flertou em Iowa vem visitar, e Emily fica triste quando vê Noel e Trista se beijando. Melissa confronta Spencer sobre ela estar ficando com Ian, Spencer nega, e quando ela sai, Spencer e Mona descobrem outro bilhete de “A” e suspeitam que Melissa pode ter matado Alison por ciúmes de Ian. Elas informam às outras e decidem contar a polícia, Mona leva Spencer até lá, e Aria conta para Emily e Hanna sobre a verdade da “Coisa da Jenna”. Quando Hanna diz que um em quatro meninos abusa sexualmente de suas irmãs, Emily diz que não acredita no que ouviu, porque a memória de Hanna acabou de voltar, e ela fica horrorizada com o que se lembra: Mona é “A”. Spencer hesita em contar sobre Melissa, mas Mona conforta ela e convence a contar. Spencer recebe uma mensagem de Emily, falando que Mona é “A”. Quando ela recebe mais algumas mensagens, Mona percebe que elas finalmente descobriram. Enquanto Aria, Emily e Hanna vão para a delegacia contar à Wilden que Mona é “A”, Mona explica para Spencer que ela viu a noite da “Coisa da Jenna” e quando Maya estava se mudando, ela encontrou o diário de Alison, que tinha todos os segredos das meninas. Usando essa informação, ela comprou um novo telefone e começou a ser “A” para se vingar das meninas por terem cegado Jenna. Spencer acusa Mona de matar Alison, mas ela disse que Ian matou ela, porque Alison o ameaçou a falar sobre o relacionamento deles para Melissa. Spencer liga para Wilden secretamente, que ouve toda a conversa e descobre onde elas estão. Mona conta que originalmente planejou matar Alison, mas começou a gostar dela e decidiu enquadrar Melissa para fazer um favor para Spencer. Ela oferece Spencer sua vida em troca dela virar “A” com ela, Spencer recusa e Mona a ataca. Elas lutam no penhasco e Spencer acidentalmente empurra Mona de lá, que morre. Aria, Emily e Hanna chegam na cena com Wilden e a polícia, que acham o corpo de Mona e Spencer desacordada. Hanna fica mal com a morte de Mona, pois era sua melhor amiga e foi a sua inimiga, o tempo todo. Spencer acorda e conta que Ian matou Alison, e Hanna acha o celular que Mona usava para ser “A”. Depois, a verdade sobre “A” vai à público, o que ajuda as meninas com suas famílias. Hanna ainda tem o celular de Mona, e antes de entregar, ela deleta todas as mensagens que mandou para ela, para manter seus segredos a salvo. Ian é preso e as meninas vão ao seu julgamento, onde ele se declara inocente. Quando elas saem, as meninas estão aliviadas que podem seguir suas vidas sem “A”, mas Emily vê rapidamente alguém que se parece muito com Alison, e não tem certeza se a vida delas vai ser mesmo calma.

4.5- Os Segredos mais Secretos das Pretty Little Liars

OS_SEGREDOS_MAIS_SECRETOS_DAS_PRETTY_LIT_1369931411B

Um presente especial para os fãs da série de sucesso Pretty Little Liars. Os segredos mais secretos das Pretty Little Liars é um capítulo extra – e muito excitante – na conturbada história das jovens Hanna, Aria, Spencer e Emily. Passado entre os volumes Inacreditáveis e Perversas, o livro traz as aventuras vividas e as mentiras não reveladas durante as férias de inverno do primeiro ano do ensino médio do quarteto. E quem conta a história é ninguém menos que uma nova “A”, que andou observando as meninas dia e noite.

 5- Perversas

DSC02833

E o que eu comecei a ler ontem, também 🙂

Enquanto Ian nega ser o assassino de Ali, um novo “A” surge. Emily se encontra, novamente, em dúvida sobre sua sexualidade, já que agora ela parece ter sentimentos pelo cantor da igreja, Isaac. Hanna, que ainda estava se recuperando do fato de Mona ser “A”, parece não ter descanso e agora briga com Kate Randall, sua meia-irmã. Aria está gostando de um novo homem, Xavier, o qual conheceu em uma exposição de artes, porém, ele acaba conhecendo Ella, em um site de relacionamentos; o que pode colocar a relação, recém reparada de mãe e filha, em perigo. Após ser deixada de lado pela família, Spencer começa a pensar ser adotada. Em uma festa, Hanna e Kate continuam brigando pelo título de “Queen Bee”. Ela e Lucas terminam após Hanna tentar sabotar a meia-irmã, espalhando um boato de que Kate teria herpes. Logo, o pai de Hanna a proíbe de falar com qualquer pessoa, que não a própria Kate. Aria se muda e vai morar junto de Byron e Meredith, para evitar de ver Xavier, pois sabe que as verdadeiras intenções irão apenas machucar as duas. Emily tenta namorar Isaac, sem que ele saiba sobre sua orientação sexual, embora “A” continue interferindo. No final, Spencer, Emily, Aria e Hanna encontram o corpo de Ian, na mata, atrás da casa de Spencer, mas quando elas retornam ao lugar com a polícia, o corpo havia sumido. Wilden meio que encerra tudo, voltando às buscas após as meninas contarem o que aconteceu.

6- Destruidoras  

DSC02834

As meninas descobrem que a pessoa que elas pensavam que era o assassino de Ali – Ian Thomas – na verdade foi preso, e elas começam a se perguntar se a nova “A” queria realmente ameaçá-las ou apenas resolver o mistério. Emily faz sexo com seu novo namorado Isaac, cujo a mãe descobre e expulsa Emily de sua casa sem Isaac saber. Hanna e Kate competem pelo amor de Mike Montgomery, irmão de Aria, enquanto a mesma se apaixona por Jason DiLaurentis de novo. Spencer conhece uma mulher chamada Olivia Caldwell e pensa que ela é sua mãe verdadeira, e as tentativas de se mudar para New York acabam sendo uma farsa e ela perde seu dinheiro da faculdade. Na festa de abertura da Radley, um antigo sanatório conhecido como “refúgio para adolescentes problemáticos”, Emily descobre provas de que Jason DiLaurentis tinha sido um paciente de lá, e logo Hanna, Aria e Emily começam a acreditar que Jason e Darren Wilden tinham algo com o assassinato de Ali. Ian Thomas confirma suas suspeitas sobre Darren e Jason um pouco antes de alguém botar fogo no bosque atrás da casa de Spencer. Enquanto Aria está tentando chegar ao celeiro de Spencer para lhe mostrar uma bandeira de Ali da sexta série, ela encontra alguém preso na mata por causa do fogo, salva a pessoa, e então todos a reconhecem como Ali.

 7- Impiedosas

Ainda não o tenho :(

Ainda não o tenho 😦

Na pacata Rosewood, vizinhos fazem fofocas a respeito de qualquer coisa, mas recentemente, sorrisos amigáveis foram substituídos por olhares desconfiados e sussurros acusadores – tudo isso porque Hanna, Aria, Emily e Spencer não conseguem manter suas bocas fechadas… Primeiro, elas alegam ter encontrado um cadáver na floresta atrás da casa de Spencer, apenas para fazê-lo desaparecer sem deixar vestígios. Depois disso, quando ocorre um incêndio nessa mesma floresta, elas juram ter visto alguém – supostamente estava morto – sair por entre as cinzas. E mesmo depois de tudo isso, as liars ainda estão brincando com fogo. Além disso, Hanna está indo de suas peças da Dior para uma camisa de força. Aria está tentando estabelecer contato com os mortos. Emily despensa seu namorado e fugindo da cidade… de novo. E Spencer acredita que alguém em sua família está se safando de um homicídio. As meninas juram estar dizendo a verdade a respeito do que viram, mas toda Rosewood acredita que elas estão apenas tentando chamar atenção – e ninguém gosta de meninas choronas. Então, alguém vai acreditar nas liars quando o assassino vier atrás delas ou elas serão as próximas a desaparecer? Há suspeitas de que Iris tenha algo a ver com a morte de Ali. “A” envia mensagens para Spencer, fazendo com que ela desconfie de sua mãe. A liar ainda descobre que seu pai teve um caso com a mãe de Ali, atentando para a possibilidade de que Ali e Jason sejam seus meio-irmãos, levado a hipótese de que sua mãe possa ter matado Ali por causa disso. Spencer confronta seus pais, mas a mãe fica chocada ao ouvir sobre o caso pela primeira vez e tem uma séria discussão com o marido. Noel leva Aria a uma sessão espírita, com o objetivo de descobrir os segredos de Alison entrando em contato com ela. O médium, porém, é um charlatão e Noel sugere levá-la a alguém que seja mais confiável. Ele ainda a convida para uma festa onde alunos de uma outra escola acabam chamando Aria de mentirosa – por causa de toda a história em que ela está envolvida – e Noel a conforta. A liar o beija impulsivamente e, depois disso, os dois começam a namorar. Aria, Spencer, Emily e Hanna são presas pelo assassinato de Alison e, juntas em uma cela, elas percebem que “A” tem enganado cada um delas, fazendo-as acreditar que outra pessoa matou Ali. Wilden libera as meninas, revelando que Billy Ford matou Ali e Emily reconhece-o como um dos homens que trabalhou como pedreiro na casa de Ali. Billy também é acusado pelo assassinato de Jenna, levantando a dúvida se ele era ou não “A”.

 8- Perigosas

Não tenho também :(

Não tenho também 😦

As Liars ficam chocados ao saber da existência da irmã gêmea de Alison, Courtney, quando ela apresenta em uma conferência de imprensa. Courtney passou sua vida em instituições por causa de seus “problemas de saúde”, e sua existência foi mantida em segredo por sua família. Ela está finalmente de alta e volta para Rosewood, onde ela tenta retomar a vida de sua irmã, tentando se aproximar dos velhos amigos de Ali. Mais tarde, porém, ela revela ser, na verdade, Ali, e que a verdadeira Courtney fingia ser ela na noite do desaparecimento, tendo morrido em seu lugar. Alison ainda conta que quando tentou dizer isso a sua família, eles não acreditaram porque Courtney sempre se passava por ela e pensaram que se tratava de mais uma mentira, mandando-a de volta para a instituição no lugar da irmã. As meninas estão entusiasmadas com o retorno de Alison, e decidem ir com ela para uma a casa dos DiLaurentis em Poconos, depois de um baile da escola. No caminho, Spencer recebe um telefonema desesperado de Verônica, dizendo que Melissa desapareceu, fazendo com que a liar comece a acreditar que sua irmã foi quem matou Ali e que ela pode estar indo atrás delas para fazer-lhes algum mal, mas quando chegam ao destino da viagem, é revelado que Ali é a responsável pelo assassinato. Elas descobrem que, na verdade, a garota de quem elas eram amigas era, de fato, Courtney, e que a verdadeira Alison foi enviada para uma instituição. Ela havia matado Courtney por arruinar sua vida, e também tentou matar as meninas no incêndio na floresta, tentou mandá-las para a cadeia, e agora vai tentar matá-las, incendiando a casa para onde elas foram. Elas conseguem escapar da armadilha, mas enquanto fogem, tropeçam no corpo de Ian que estava escondido em um armário e ainda encontram Melissa, salvando-a, uma vez que Ali a havia sequestrado e pretendia matá-la também. Porém, Alison fica presa dentro da casa em chamas e todos acreditam que ela tenha realmente morrido. De volta a Rosewood, Ashley descobre que seu ex-marido mandou Hanna para um sanatório e, então, expulsa ele, Isabel e Kate de sua casa, deixando a filha emocionada por ter tomado essas atitudes. Hanna e Mike ficam juntos e Meredith começa em um novo emprego, além de dar a luz a uma menina, a quem dá o nome de Lola. Aria e Noel voltam a ficar juntos depois que ele revela que Ali o beijou, e não o contrário. Ella rompe com Xavier depois que descobre sobre seu comportamento inapropriado para com Aria. Peter anuncia às filhas que, mesmo que ele e Verônica não voltem a ficar juntos, as coisas vão melhorar na família e Spencer e Melissa tornam-se mais próximas, depois de quase terem sido assassinadas por Ali. Emily enterra no túmulo de Courtney tudo que lhe pudesse trazer lembranças de Alison, mas, enquanto faz isso, não tem certeza se os ruídos que ela escuta no cemitério são reais ou apenas coisa de sua cabeça. E, em algum lugar, uma nova garota começa seu último ano do ensino médio, em uma escola anônima… Uma garota cujo nome é um anagrama de “Alison DiLaurentis”.

9- Traiçoeiras

Traiçoeiras

As meninas estão de férias na Jamaica e Emily vê uma garota que ela acredita ser Alison. No decorrer do livro, detalhes sobre essa noite começam a surgir: elas foram responsáveis pela morte de uma garota chamada Tabita Clark e que elas pensavam ser Ali. Enquanto isso, Noel recebe em sua casa uma estudante vinda do intercâmbio, Klaudia, que tenta arruinar seu relacionamento com Aria. A liar acaba empurrando Klaudia pra fora de um teleférico, como um ato de auto-defesa, e isso passa a ser usado pela garota contra Aria – e, nessa altura, o relacionamento com Noel já tomava um rumo incerto. Além disso, Emily conhece uma garota nova, Chloe, que se muda para a casa dos Cavanaugh e elas se tornam boas amigas imediatamente se tornaram bons amigos, incentivadas pela irmã mais nova de Chloe, Grace. Emily esperanças de que possa conseguir uma bolsa escolar para natação, sua única opção para a faculdade e, para isso, recebe ajuda do pai de Chloe, que flagra acaba sendo flagrado pela filha quando beijava Emily. Chole acredita que a liar está destruindo sua família, levando em conta que seu pai é vulnerável, já tendo traído sua mãe antes. As meninas, então, começam a receber mensagens de um novo “A”, acreditando que Ali, de alguma forma, sobreviveu à queda do edifício na Jamaica. O pai de Hanna concorre para o cargo de senador da Pennsylvania. Patrick oferece um trabalho de modelo a Hanna e tira algumas fotos inusitadas da liar, passando a ameaçá-la com elas, dezendo que, caso ela não entregue U$ 10 mil, ele vai arruinar as chances do pai da liar de se eleger. Hanna, então, rouba dinheiro de seu pai e os quadros de Jeremiah, um homem mau, que trabalhava junto com Patrick. A mãe de Spencer começa a sair com Nicholas Pennythistle, pai de Amelia, uma garota mau-humorada, e Zach, por quem Spencer se mostra interessada. Eles saem para dançar e Spencer o beija, mas acaba descobrindo que ele é gay. Quando os Hastings e os Pennythistles viajam para Nova York juntos, Spencer e Zach ficam bêbados e acabam dormindo na mesma cama. Durante a noite, Spencer, por causa do calor, acaba se despindo e, na manhã seguinte, o Sr. Pennythistle os flagra dormindo juntos e em trajes menores, concluindo que os dois transaram, ficando muito furioso. Spencer diz que Zach não tocou nela e, tentando ajudar, revela que o amigo é gay, o que só piora as coisas: o pai do garoto o envia para um colégio militar e Zach rompe sua amizade com Spencer, desejando que ela apodreça no inferno. No final do livro, é levada a público a notícia de que foi encontrado o corpo de uma adolescente nas águas da Jamaica. A garota é identificada como Tabitha Clark de Nova Jersey e os policiais acreditam que sua morte foi acidental – não um assassinato. As meninas percebem, então, que estavam enganadas ao pensar que ela era Alison e concluem que mataram uma inocente.

 10- Implacáveis

implacável pretty little liars

Último livro lançado aqui no Brasil

É revelado que no verão passado, enquanto Spencer fazia um curso na Pensylvania, ela começou a tomar pílulas (drogas) para melhorar suas habilidades nos estudos. Depois de ser presa por posse, ela tem a ajuda de Hanna para acusar sua companheira de quarto, Kelsey, como negociante, responsabilizando-a pelo fornecimento das pílulas, atribuindo a ela toda a culpa e ficando fora do centro das acusações. Após conseguir o papel de Lady Macbeth na peça da escola, o estresse e culpa começam a torturar Spencer, fazendo-a ter alucinações freqüentes nas quais ela é assombrada por Kelsey e Tabita. Ela fica paranóica e começa a acreditar Kelsey é “A” e está se vingando dela por causa da armação que a responsabilizou pela história das pílulas. Emily acidentalmente encontra Kelsey em uma festa e se apaixona por ela. As duas então, ficam cada vez mais próximas e Spencer desaprova o contato entre elas e acaba magoando Emily dizendo coisas a respeito dos sentimentos dela para com Alison e Emily, com raiva da amiga, acaba contando para Kelsey sobre a armação de Spencer. Deprimida, Kelsey tem várias overdoses e tenta se matar se atirando da mesma pedreira onde Mona morreu, mas é salva por Emily e acaba sendo enviada para uma clínica de reabilitação, chamada Preserve. Ao visitá-la, as meninas descobrem que Tabita também era uma paciente da clínica e que tinha a mesma idade de Alison e Courtney. O pai de Hanna pede que ela o ajude com a mídia social de sua campanha para o Senado. Ela conhece um rapaz chamado Liam, por quem acaba se apaixonando, mesmo sabendo que ele é o filho de um dos adversários de seu pai. Porém, eles se separam quando ela descobre que ele se encontrou várias outras meninas enquanto namoravam e acaba reatando com Mike. Depois que Noel termina o namoro, Aria resolve procurar conforto nos braços de Ezra, tentando reacender o amor entre eles. No entanto, as coisas estão tensas entre os dois, e então Aria acaba reatando com Noel, depois de descobrir Ezra e Klaudia ficaram íntimos. As Liars tentam contornar contornar as ameaças de “A”, livrando-se de seus segredos e obtendo um certo sucesso com esse plano. Porém, “A” se torna mais violenta: tenta matar Emily, empurrando-a um pequeno penhasco; envia um e-mail para Spencer com uma foto de Tabita na praia com um ferimento na cabeça, indicando que “A” foi quem se livrou do corpo e ainda provoca as meninas, afirmando que elas nunca vão descobrir sua verdadeira identidade.

Óbviamente, tem mais livros, dã! Mas ainda não foram lançados aqui no Brasil e não interessa a ninguém livros que não estejam no nosso país, a menos que você queira ler inglês, quando houver novidades, podem ter certeza que estarei postando as capas e suas devidas sinopses.

As sinopses eu retirei na página da Pretty Little Liars no Wikipedia, para vizualizar cliquem aqui

E aí, gostaram? Comentem ai quem gosta dos livros e da série! Vamos fazer uma discussão nos comentários!

Beijinhos

Resenha: Eu sou o número Quatro

Depois que li Divergente busquei um livro com a mesma dinâmica de aventura e tal. Daí fui vender uns livros no sebo e acabei pegando vale e comprando o livro “Eu sou o número Quatro”.
A história gira em torno do número Quatro, que era o quarto entre nove crianças que sairam de seu planeta natal, Lorien, para se refugiar aqui na Terra dos Mogodorianos que eu não sei por quê da dissiminação de Lorien, acho que era porque lá era ricos em recursos, enfim né.
E ai o feitiço dizia que os Mogodorianos ao matar essas nove crianças teria de ser em ordem numérica se estivessem separados, e desses já três morreram, imagina o número Quatro que desespero?!
Ai ele vai pra Ohio, estuda, tem sua vidinha lá e bem, não vou contar a história toda né? Afinal isso é uma resenha.
Eu achei o livro com história íncrivel, aliás quem fez minha cabeça foi a moça da livraria, mas ela foi mal aproveitada. A leitura fica massante em certos momentos da narrativa, o número Quatro parece um troglodita que não sabe se expressar muito bem com as pessoas além de Henri, seu cêpan, o que é um erro grande de nosso autor.
Se o número quatro veio para cá, e se mudou vinte e uma vezes, já era pra ele estar socializado com o jeito dos humanos e falar mais normal né?
Enfim, não tive muito entusiasmo para continuar a ler a série, quem sabe no futuro continue.
Nota: ☆☆

image

Resenha: Divergente e Insurgente

     Olha vou te dizer, nunca um livro me prendeu tanto quanto a saga de Divergente. Katherine Roth, meus parabéns, você conseguiu que eu amasse aventura! (e está até me manipulando para voltar a ler a série do Percy Jackson)
     Com uma filosofia bem atraente e até um pouco complexa sobre livre-arbítrio, a história é uma delícia de ler.
     Entramos na mente de uma jovem inicianda da facção Audácia -uma sociedade que alguns chamam de loucos pelos atos que muitos de nós não temos a mínima coragem de fazer- que desde que nasceu era da Abnegação -facção que consiste em atos de bondade e altruismo-, mas os iniciandos para se transferir de uma facção para outra necessita passar por um teste de aptidão, que mostra ao indíviduo a qual facção ele tem mais em comum e quem o teste de aptidão não funciona, ou seja tem mais de uma facção a escolher, é chamado de Divergente.
    A história até me lembra um pouco House of Night, foi só a Zoey entra na Morada da Noite pra começar a catastrofe e assim também em Divergente: foi só a nossa Tris Prior se transferir que começou a catástrofe, acho que é histórias assim que nos prendem mais, e sinceramente a saga Divergente é uma das minhas favoritas atualmente.
     E quem não shippa Tris e Quatro, vulgo Tobias? No primeiro livro, Katherine nos mostrou um casal mas pela emoção, aquele cuti cuti e nheca nheca que até nos faz pensar por um segundo: Essa história só se passa por eles? Dai Roth te surpreende. No segundo livro, Tris e Quatro dão uma reviravolta, brigas e até uma deslealdade vêm a tona, e isso me fez aplaudir de pé a dinâmica do casal no segundo livro.
     O que me mais deixou animada em ler Divergente foi o fato da protagonista não ser uma Bella ou Katniss, ela era a Tris. Ela venceu muitos medos, conseguiu ser corajosa, e arrogância dela no livro é a coisa mais excitante que tem! Ela sim é uma heroina que samba na cara das inimigas.
Recomendo a qualquer um que não goste de ação ou aventura, pois essa leitura o fará gostar.
     Já sei o final de Tris e realmente me fez ficar chateada no começo, mas depois que acabei de ler o segundo livro, me pareceu satisfatório e com nexo o final. Enfim, estou ansiosa para ler o último livro, mal posso esperar para ir nas livrarias e comprar!

Desejos

O que você deseja? Não, não, pro ano que vem. Um namorado? Dinheiro? Passar de ano? Comprar uma casa? Ganhar na loteria? Ter um filho?

Bem, vou te dizer algo, realizar um desejo não é preciso de fadas madrinhas ou superstição, é preciso de ter foco, força, e perseverança. Não importa o quanto você reze ou quantas uvas ou ervilhas come na meia noite do dia 31, são essas três palavrinhas mágicas que farão seus desejos se tornarem realidade.

Então, como acho que esse é o último post de 2013, um ano inesquecível que foi para mim, desejo a todos vocês que 2014 seja mais o que 2013 significou para mim.

E não esquece viu? É na base do Foco, Força e Perserverança.
Arietha

 

Imagem